Copom mantém juros pela primeira vez desde 2005

Comitê de Política Monetária do BC decide, por unanimidade, manter a taxa Selic em 11,25% ao ano

Gustavo Freire, da Agência Estado,

17 de outubro de 2007 | 19h20

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu nesta quarta-feira, 17, pela manutenção da taxa básica de juros do País, a Selic, que permanece, portanto, em 11,25% ao ano, sem viés. Assim como na última decisão, o placar foi unânime.   Veja também:   Manutenção da taxa de juros frustra indústria Confira a evolução da Selic desde o início do governo Lula Entidades divergem sobre decisão de manter a Selic   "Avaliando a conjuntura macroeconômica, o Copom decidiu por unanimidade fazer uma pausa no processo de flexibilização da política monetária e manter a taxa Selic em 11,25% ao ano, sem viés", diz o curto comunicado.   A decisão interrompe uma seqüência de 18 cortes, iniciada em setembro de 2005, quando a taxa foi reduzida de 19,75% para 19,50% ao ano. No período, a taxa de juros foi reduzida em 8,5 pontos porcentuais. Em 2007, a queda acumulada é de 2 pontos porcentuais. A última vez que o Copom decidiu manter os juros estáveis foi em agosto de 2005, quando a taxa permaneceu em 19,75% pela quarta vez seguida.   A ata da reunião desta quarta do Copom será divulgada na quinta-feira da próxima semana, dia 25, às 8h30. A próxima reunião do Copom será nos dias 4 e 5 de dezembro.

Tudo o que sabemos sobre:
Copomjuros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.