Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Copom mantém Selic em 26,5% ao ano

O Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu manter a Selic, a taxa básica de juros da economia, em 26,5% ao ano. Segundo nota divulgada ao final da reunião, membros do Comitê afirmaram que ?há sinais de que a política monetária começa a obter resultado no combate à inflação. O Copom avalia que a consolidação da queda da inflação depende da manutenção desse esforço?. O Comitê também decidiu não colocar viés na taxa Selic. Isso significa que os juros básicos não serão reavaliados antes da próxima reunião do Comitê, que acontece nos dias 17 e 18 de junho. A ata da reunião de hoje será divulgada na próxima quinta-feira, às 8h30.Após a divulgação do resultado da reunião do Copom, o dólar comercial continuou em baixa e está no patamar mínimo do dia, em R$ 3,0000 ? baixa de 1,38% em relação aos últimos negócios de ontem. No mercado de juros, os contratos com taxas pós-fixadas com vencimento em janeiro, negociados na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), registram patamar de 24,0% ao ano. Já a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) está em baixa de 0,86%.Veja a repercussão: Presidente da CNI se diz "frustrado" com decisão do Copom Acrefi ressalta credibilidade do BC em manutenção da Selic Empresários que estiveram com Lula divididos sobre juros Manutenção da Selic reforça dificuldades do setor eletroeletrônico Depois do Copom, Alencar volta a defender corte de juros Abdib lamenta manutenção da Selic e espera redução em junho Fecomércio quer redução de juros ao consumidor Guilherme Afif diz que "setor produtivo está sendo saqueado" Para Força Sindical, Copom é "nefasto e insensível" Juros ao consumidor devem permanecer estáveis Venda de carro será prejudicada pelos juros, dizem montadoras Anefac avalia que decisão do Banco Central foi infeliz Presidente da Abit diz que decisão do Copom foi decepcionante Fiesp aponta excesso de conservadorismo em decisão do Copom Dólar encerra o dia em R$ 3,0000, com queda de 1,38% Governo pede paciência com juros Analistas estrangeiros elogiam juros de 26,5% Firjan admite compreensão com decisão do Copom Em dia de Copom, juros e dólar recuam e Bolsa sobe Governo descarta "queda abrupta dos juros" Abinee avalia que manutenção dos juros impede crescimento CUT vê excesso de cautela do BC Fipe defende queda dos juros em julho João Paulo diz que ?tagarelas? são os culpados pela taxa de juros

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.