Copom prevê queda maior nas tarifas de energia elétrica

A ata da reunião de dezembro do Comitê de Política Monetária (Copom) mudou a projeção de reajuste da tarifa de energia elétrica e telefonia fixa em 2007. Conforme o documento, a diretoria do BC espera que a eletricidade termine o ano com queda de 6%, ante expectativa de redução de 4,4% em outubro. Para o serviço de telefonia fixa, o BC espera alta de 0,8% das tarifas. Em outubro, a aposta havia aposta de elevação de 2,3%.O documento ainda manteve a previsão de que os preços da gasolina e do gás de cozinha devem terminar 2007 estáveis. Para o conjunto dos preços administrados - as tarifas públicas, o Copom também manteve o cenário de outubro que prevê alta de 4,5% em 2007.Para o IPCA, índice de inflação usado no regime de metas, o BC cita a mediana da pesquisa realizada pelo próprio BC com o mercado, que prevê inflação de 3,96% em 2007, contra cenário anterior de 3,91%. "Essa elevação deve-se à incorporação da inflação de outubro e ao aumento da inflação esperada, pelos analistas, para dezembro", diz. Para 2008, foi mantido cenário de 4,10%. Nas duas projeções, o número esperado é inferior ao centro da meta de 4,5% para os dois anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.