Copom surpreende e reduz Selic para 17,5% ao ano

O Comitê de Política Monetária (Copom), em sua reunião mensal, decidiu reduzir a Selic, a taxa básica de juros da economia, em 1,5 ponto porcentual. Com isso, a taxa que estava em 19% ao ano desde o mês passado passou para o patamar de 17,5% ao ano. O Comitê decidiu não colocar viés na taxa de juros, o que significa que a Selic ficará neste patamar até a próxima reunião do Comitê, marcada para os dias 16 e 17 de dezembro. A decisão não foi tomada de forma unânime ? entre nove, sete votaram por esta decisão. Ao final da reunião, o Comitê divulgou em nota: "Avaliando as perspectivas favoráveis para a trajetória da inflação e levando em conta o balanço dos riscos que cercam essa trajetória o Copom decidiu por 7 votos a 2 fixar a taxa Selic em 17,5%". Neste ano, a taxa Selic já foi reduzida em 9,0 pontos porcentuais, incluindo o recuo de hoje. A ata da reunião deste mês será divulgada na próxima quinta-feira, dia 27. A Selic iniciou o ano em 25% ao ano. Na reunião de janeiro, foi elevada em 0,5 ponto porcentual. No mês seguinte, em fevereiro, mais um aumento de 1 ponto porcentual, passando para o patamar de 26,50% ao ano, no qual ficou até a reunião de junho, quando passou para 26% ao ano.Na reunião de julho, a redução da Selic foi maior, de 1,5 ponto porcentual, para 24,5% ao ano. Em agosto, passou para 22% ao ano. No mês seguinte, em setembro, O Comitê decidiu por um corte foi de 2 pontos porcentuais e a Selic foi para 20% ao ano. No mês passado, o Comitê promoveu mais uma redução de juros de 1 ponto porcentual, para 19% ao ano. No patamar atual, em 17,5% ao ano, é a taxa mais baixa desde 23 de maio de 2001, quando estava em 16,75% ao ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.