Coreia do Sul espera fechar acordo comercial com UE

Tratado, a ser assinado no início de 2010, ainda terá que ser ratificado pelos 28 países envolvidos

Efe,

07 de dezembro de 2009 | 03h01

A Coreia do Sul espera que o Tratado de Livre-Comércio (TLC) estipulado com a União Europeia (UE) seja assinado no primeiro trimestre de 2010 e entre em vigor esse mesmo ano, informou nesta segunda-feira, 7, a agência sul-coreana Yonhap.

 

O vice-ministro sul-coreano de Comércio, Lee Hyen-min, assegurou em um fórum realizado em Seul que tanto a Coreia do Sul como os representantes da UE "acertaram trabalhar pela assinatura do acordo durante o primeiro trimestre do próximo ano".

 

Para que entre totalmente em vigor, o TLC, o primeiro da UE com uma economia asiática, deve ser ratificado pelo Parlamento sul-coreano e pelos 27 países-membros da União.

 

Segundo Lee, o fato de que o texto do acordo inclua um mecanismo para evitar atrasos na aprovação nos respectivos Estados-membros da União Europeia faz prever que o TLC entrará em vigor em 2010.

 

O acordo se traduzirá, segundo Bruxelas, em 19 bilhões de euros em novas oportunidades comerciais para os exportadores europeus.

 

A UE é o segundo parceiro comercial do Coreia do Sul depois da China e seu primeiro investidor estrangeiro, segundo dados de 2008.

Tudo o que sabemos sobre:
UECoreia do Sultratadoacordo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.