Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Coreia do Sul vai taxar dívida em moeda estrangeira

A Coreia do Sul anunciou neste domingo um plano para taxar dívidas em moeda estrangeira, acompanhando seus vizinhos asiáticos na busca por conter a entrada de capitais especulativos. A medida foi anunciada por meio de um comunicado conjunto em nome do Banco da Coreia, do Ministério de Estratégia e Finanças, da Comissão de Serviços Financeiros e do Serviço de Supervisão Financeira.

Agencia Estado

19 de dezembro de 2010 | 20h21

De acordo com a nota, a Coreia do Sul imporá o que chamou de taxa de estabilidade macroprudencial sobre dívida em moeda estrangeira não depositada nas mãos de bancos nacionais e estrangeiros estabelecidos em seu território. A alíquota ainda não foi definida. A expectativa é de que a medida entre em vigor no segundo semestre de 2011.

O plano sul-coreano "não deve ser considerado controle de capital, uma vez que a taxa será imposta sobre a dívida em moeda estrangeira, e não sobre a transação", disse a jornalistas o vice-ministro de Estratégia e Finanças da Coreia do Sul, Yim Jong-yong. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do Suleconomia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.