Toyota
Toyota

Corolla Cross, novo SUV da Toyota, chega ao mercado com preço a partir de R$ 140 mil

Veículo está em produção na fábrica do grupo em Sorocaba (SP); para conseguir acomodar o modelo na planta, empresa acabou com a fabricação do compacto Etios para o mercado brasileiro

Cleide Silva, O Estado de S.Paulo

11 de março de 2021 | 19h49

A Toyota apresentou oficialmente hoje o Corolla Cross, a versão SUV do sedã médio lançado há 50 anos e que já passou por várias geração de modelos. É mais um veículo do segmento de utilitários-esportivos, o que mais cresce em vendas no País e no mundo. Ele está em produção na fábrica do grupo em Sorocaba (SP).

Para acomodá-lo na linha de montagem da fábrica do interior de São Paulo, a empresa acabou com a produção do compacto Etios para o mercado brasileiro e só vai cumprir os contratos de exportação do modelo. A empresa segue assim a mesma estratégia de outras marcas, com a ampliação de modelos mais caros e, portanto, com melhor margem de vendas.

“Vamos balancear mais a produção com volumes de maior lucratividade, linha que muitas montadoras estão seguindo”, confirma Rafael Chang, presidente da Toyota do Brasil. “O Corolla Cross será a estrela do ano”, acrescenta.

Dos 22 lançamentos já contabilizados para este ano por fabricantes e importadores, pelos menos 15 serão utilitários-esportivos. No ano passado, o segmento representou 32,6% das vendas de automóveis no País, com um total de 528,2 mil unidades. Em 2010, essa fatia era de 7,5%, segundo dados da Fenabrave, entidade que representa os concessionários de veículos.

Assim como o sedã, o mais vendido no País no seus nicho de mercado, o Cross terá também versão híbrida, que pode rodar com motor flex e elétrico, o único automóvel com essa função no Brasil e no mundo.

O modelo já está em produção na Tailândia e em Taiwan e o Brasil será o terceiro a fabricá-lo em volume superior ao dos outros dois países. Daqui, o Corolla Cross seguirá para 22 mercados na América Latina e Caribe.

Concorrentes

Segundo Chang, no primeiro ano serão produzidas 55 mil unidades, 70% delas para o mercado interno. As vendas nas concessionárias começa no dia 25 e os preços variam de R$ 140 mil a R$ 180 mil. Uma edição especial do SUV será vendida a R$ 184 mil.

O SUV Corolla tem como principais concorrentes o Jeep Compass, que passará por reestilização nessa primeira metade do ano, e o inédito Volkswagen Taos, que virá da Argentina e será vendido a partir do segundo trimestre do ano. 

Entre as novidades tecnológicas, o Cross tem sistema de pré-colisão frontal, controle de cruzeiro adaptativo e sistema de assistência de permanência de faixa.

 Junto com o Corolla Cross e a pequena fatia de Etios, a fábrica de Sorocaba vai manter também a produção do Yaris. A unidade recebeu investimento de R$ 1 bilhão para a produção do novo SUV.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.