"Corralito" faz casal de idosos se suicidar na Argentina

O "corralito" causou mais duas vítimas na Argentina. Uma senhora de 77 anos e o marido de 81 anos suicidaram-se com tiros na boca e no coração, respectivamente. O casal de idosos deixou cartas explicando que estavam doentes e não podiam dispor do dinheiro retido no banco.Lucía María Pfrotzschno já estava morta quando foi encontrada por um parente, enquanto o marido, René Fisher Bauer, foi levado com vida para o hospital, onde faleceu poucos minutos depois.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.