Correção

A Perdigão informou, em carta, que a concessão de férias coletivas a 580 funcionários da Unidade Cavalhada, em Porto Alegre, no período de 9 de fevereiro a 11 de março, e a outros 2,3 mil trabalhadores da Unidade de Lajeado, entre 23 de março e 22 de abril, é motivada pela racionalização da produção, que busca adequar a oferta à demanda, e não a queda de exportações como foi publicado em matéria da edição de 4 de fevereiro. As outras três unidades industriais de carnes da empresa no Rio Grande do Sul não serão paralisadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.