Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Correção: CCJ do Senado aprova Marco Civil da internet

A nota enviada anteriormente contém uma incorreção no título. O projeto que estabelece o Marco Civil da Internet foi aprovado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado e não pelo Senado, como publicado. Segue o texto com o título ajustado.

DÉBORA ÁLVARES, Agencia Estado

22 de abril de 2014 | 13h40

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado aprovou nesta terça-feira, 22, o projeto que estabelece o Marco Civil da Internet. O texto foi aprovado com mudanças apenas de redação, com o objetivo de evitar que a matéria retorne à Câmara dos Deputados. Com isso, o relator, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), atende a um pedido da presidente Dilma Rousseff, que quer apresentar a proposta na quarta-feira, 23, em evento mundial sobre internet como uma contribuição brasileira para as discussões em torno dos deveres e direitos na web.

Este é um dos três relatórios sobre o Marco Civil da Internet em tramitação no Senado. Os outros dois ainda estão em análise nas comissões de Fiscalização e Controle e de Ciência e Tecnologia. Os aliados do governo vão tentar apressar a votação desses outros dois pareceres nas comissões para que a matéria seja levada ao plenário ainda hoje, até o fim do dia.

Tudo o que sabemos sobre:
marco civilinternetSenado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.