Correção: celulares têm crescimento histórico em 2007

No texto enviado anteriormente há uma incorreção na participação de mercado da TIM. O porcentual correto é 25,85%, e não 27,85% como foi informado. Veja o texto corrigido:São Paulo - O Brasil ultrapassou no ano passado a marca de 120 milhões de linhas de telefonia celular, segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Durante o ano foram habilitados 21 milhões de novos terminais, somando 120.980.103 celulares registrados no País. Em termos porcentuais, o total de celulares cresceu 21,08% em relação a 2006. Esses números fazem de 2007 o ano de maior sucesso da telefonia móvel no Brasil desde a instalação do serviço, em 1990.A tendência de crescimento da teledensidade se mantém. Em 2007, o Brasil alcançou um índice de 63,59. Em 2006, a densidade era de 53,24. A teledensidade é o indicador utilizado internacionalmente para demonstrar o número de telefones em serviço em cada grupo de 100 habitantes.MercadoA prestadora Vivo permanece na liderança do mercado brasileiro de telefonia móvel, com 27,68% de participação no final de dezembro - um pequeno aumento em relação aos 27,60% registrados em novembro passado. A TIM, com 25,85% de participação (era 25,88% em novembro) mantém a segunda colocação.A Claro, com 24,99% (era 24,98% em novembro), registrou pequena redução, enquanto a Oi, com 13,21% (era 13,14%), apresentou aumento na participação de mercado. A Telemig Celular/Amazônia Celular, com 4,40% (era 4,43%) e a Brasil Telecom GSM (de 3,60% para 3,52%) reduziram sua participação. A CTBC Telecom Celular (0,30%) e a Sercomtel Celular (0,06%) mantiveram a participação registrada no mês anterior.TecnologiaA tecnologia GSM continua em expansão e na liderança do mercado, com 94,9 milhões de acessos, ou 78,46% do total. A tecnologia CDMA tem 20,9 milhões de acessos (17,26%), e a TDMA, 5,1 milhões (4,26%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.