Correção da tabela do IR aqueceria mercado, diz João Paulo

O presidente da Câmara, João Paulo Cunha, afirmou hoje, durante palestra para formandos da Escola Superior de Guerra, na Câmara, que a correção da tabela do imposto de renda para a pessoa física é uma medida fundamental para aquecer o mercado interno. "A questão do reajuste da tabela parece singela, mas tem um efeito muito positivo para a economia brasileira", disse João Paulo que hoje à tarde vai se reunir com o ministro da Fazenda, Antonio Palocci e sindicalistas para discutir o assunto.De acordo com João Paulo, uma correção de 11,56% na tabela, por exemplo, injetaria no mercado de consumo R$ 1,5 bilhão a mais. "Aquilo que a receita federal vai deixar de arrecadar em um primeiro momento ganharia no decorrer do tempo, porque seria mais consumo, mais compra, mais tributos arrecadados", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.