carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Correção: desemprego em SP subiu para 13,6%

O texto enviado anteriormente contém duas incorreções. O rendimento médio real dos ocupados e assalariados em São Paulo caiu 1,8% em dezembro na comparação a novembro de 2007, e não janeiro, como foi divulgado. A mesma relação vale para o conjunto das seis regiões metropolitanas, onde os rendimentos reais de ocupados praticamente não se alteraram em relação a novembro. Segue versão corrigida:São Paulo - A taxa de desemprego na região metropolitana de São Paulo, apurada pela Pesquisa Seade/Dieese, subiu para 13,6% em janeiro, de 13,5% em dezembro do ano passado. Na avaliação das instituições, a variação de apenas 0,1 ponto porcentual mostra estabilidade na taxa de desemprego. Segundo a pesquisa, trata-se da menor taxa para meses de janeiro desde 1997. O número de desempregados permaneceu inalterado em 1,402 milhão de pessoas no mês passado.A pesquisa mostra também que, na região metropolitana de São Paulo, os rendimentos médios reais dos ocupados e assalariados caíram 1,8% em dezembro na comparação com novembro de 2007. Em janeiro de 2007, o desemprego total na região metropolitana de São Paulo estava em 14,4%. No período acumulado dos últimos 12 meses até o mês passado, 54 mil pessoas deixaram a condição de desempregadas, já que foram criados 256 mil postos de trabalho, mais do que suficiente para absorver as 202 mil pessoas que passaram a integrar a força de trabalho da região.Seis regiões metropolitanasA Pesquisa de Emprego e Desemprego do Dieese para o conjunto de seis regiões metropolitanas mostra que a taxa de desemprego total não variou, permanecendo em 14,2% em janeiro. O desemprego permaneceu estável em Belo Horizonte, São Paulo e Porto Alegre, caiu em Salvador, e subiu no Distrito Federal e em Recife. Nas seis regiões pesquisadas, os rendimentos reais de ocupados, em dezembro, praticamente não se alteraram em relação a novembro.Nos últimos 12 meses, a taxa de desemprego total das regiões diminuiu de 15,3% para 14,2%. Em janeiro de 2007, a taxa de desemprego estava em 15,3%.

PAULA PULITI, Agencia Estado

27 de fevereiro de 2008 | 11h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.