Correção do IR só em 2005; agora haverá desconto de R$ 100

O ministro da Fazenda, Antônio Palocci, informou hoje que propôs às centrais sindicais um desconto de R$ 100 no Imposto de Renda da Pessoa Física devido nos meses de agosto a dezembro e no 13º salário. O ministro considerou a proposta razoável a achou o valor justo. Ele afirmou que o desconto beneficiará principalmente o trabalhador de baixa renda.O ministro afirmou que mudanças na tabela do IRPF passarão a vigorar em 2005 e que o governo encaminhará uma proposta ao Congresso Nacional. Palocci admitiu que poderá haver alíquotas mais altas para as faixas salariais mais elevadas.O ministro Palocci já adiantou que o governo deixará de arrecadar R$ 500 milhões com a medida, mas assegurou que não terá de fazer cortes de investimentos previstos no orçamento deste ano. "Está tudo dentro do ajuste", afirmou.O presidente da Câmara, João Paulo Cunha (PT-SP), disse que o abatimento é significativo e que, em alguns casos, representará mais do que a correção pedida pelos sindicalistas. Ele considerou a proposta uma abertura de diálogo.O secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, dará entrevista para falar sobre o impacto fiscal da medida.

Agencia Estado,

01 de junho de 2004 | 17h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.