coluna

Louise Barsi explica como viver de dividendos seguindo o Jeito Barsi de investir

Correção: Lobão diz que preço da gasolina pode cair

O título da nota enviada anteriormente contém uma incorreção. O texto está correto e segue abaixo, na íntegra.O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse hoje que o preço da gasolina no mercado brasileiro poderá ser reduzido este ano "se o preço do petróleo continuar como está", disse, referindo-se à trajetória de queda da matéria-prima (commodity) no mercado internacional. Lobão disse não saber se essa redução poderia ocorrer já no primeiro semestre de 2009. O ministro afirmou acreditar, porém, que a cotação internacional do petróleo deve se estabilizar em patamares "mais realistas". A volatilidade das cotações do petróleo caiu bastante este ano, encerrando o ciclo de queda acentuada que levou o barril do recorde de US$ 147, em julho do ano passado, para abaixo dos US$ 40 em Nova York.Ele observou que o preço doméstico da gasolina ainda não caiu, mesmo com a forte redução do petróleo, do mesmo modo como o preço do combustível demorou para subir quando o petróleo teve uma escalada de alta, até o ano passado. Ele ponderou, entretanto, que a Petrobras já vem reduzindo o preço do Querosene de Aviação (QAV). Lobão participou esta manhã de reunião de grupo do Conselho Do Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), que trata especificamente de energia.

LEONARDO GOY, Agencia Estado

19 de fevereiro de 2009 | 15h40

Tudo o que sabemos sobre:
combustíveisgasolinaLobão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.