Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Correção técnica derruba mercado sul-coreano

O índice Kospi, da bolsa de Seul, iniciou a semana em baixa de 2,37%, ainda em correção técnica depois de ter registrado o melhor resultado dos últimos quatro meses na segunda-feira da semana passada. Os papéis do setor financeiro foram os que registravam as maiores perdas, em razão da preocupação de que as empresas de cartão de crédito sofram problemas de liquidez em julho, quando vencem várias dívidas, inclusive as que os bancos vem rolando. Em Tóquio, o Nikkei 225 caiu 0,96%. A decisão do governo de injetar dinheiro público no grupo financeiro Resona Holdings, o quinto maior do setor bancário local, foi a grande responsável pela queda. O mercado acredita que outras instituições, tais como o Mizuho Financial Group, também recorram à ajuda governamental. A bolsa taiuanesa caiu depois que o país registrou um número recorde de novos infectados pela Sars no final de semana. O pregão encerrou o dia em baixa de 0,65%, com volume tão baixo, que só é comparável aos registrados após os ataques de setembro de 2001 contra os EUA. Já o mercado filipino subiu 0,32%, com procura por barganhas nos últimos momentos do pregão, influenciada por dados favoráveis sobre a economia local. Às 5h30 (horário de Brasília) as demais bolsas do sudeste asiático registravam: Hong Kong: -0,08%; Indonésia: -1,49%; Malásia: +0,08%; Tailândia: -0,96% e Cingapura: -0,73%.

Agencia Estado,

19 de maio de 2003 | 05h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.