bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Correção:Vendas no varejo alemão caem 0,5% em março

A nota enviada anteriormente contém uma incorreção. A agência Dow Jones corrigiu uma informação, dizendo que a queda nas vendas no varejo da Alemanha, de acordo com dados ajustados, foi de 0,5% em março ante fevereiro, e não 0,3% como havia sido anunciado. Segue o texto corrigido:

Agencia Estado

30 de abril de 2013 | 08h33

As vendas no varejo da Alemanha recuaram pelo segundo mês consecutivo em março, uma vez que o clima frio e chuvoso tem mantido muitas pessoas longe das lojas, informou o Escritório Federal de Estatísticas nesta terça-feira

As vendas no varejo caíram 0,5% em março ante fevereiro, em termos ajustados pela inflação e aos efeitos do calendário, mas superaram as previsões de economistas de uma queda de 0,6%.

Mas as fortes vendas em janeiro fizeram com que as vendas no varejo no primeiro trimestre subissem 1,6% em relação ao quarto trimestre de 2012, confirmou um economista do escritório de estatísticas, indicando que o comércio varejista sustentou a atividade econômica no início do ano.

A maioria dos economistas prevê que um mercado de trabalho estável e aumento dos salários reforçarão a confiança do consumidor e os gastos das famílias neste ano. "Eu não espero uma grande onda de gastos, mas os aumentos dos salários nominais em cerca de 3% em meio à baixa inflação devem dar um bom impulso ao consumo privado", disse o economista do ING Carsten Brzeski.

Mas uma comparação anual mostra que o comércio varejista esteve muito fraco em março deste ano, pressionado pelo tempo frio e o fato de que havia dois dias de compras a menos do que em março de 2012. As vendas no varejo caíram 2,8% ante março de 2012, visto que as vendas de vestuário, calçado e artigos de couro recuaram 12,7%, em termos ajustados pela inflação. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Alemanhavarejovendas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.