Corregedor divulga lista de fraudes em 33 municípios

O controlador-geral da União, Waldir Pires, divulgou nesta sexta-feira uma lista de 33 municípios nos quais foram identificadas irregularidades. Entre elas, estão o desvio de R$ 17,7 milhões de um financiamento da Superintendência de Desensolvimento do Nordeste (Sudene) por uma empresa que nunca existiu, em Horizonte, no Ceará, e o uso de notas fiscais falsas pela prefeitura de Confresa, em Mato Grosso, para tentar comprovar gastos de R$ 139 mil.O trabalho faz parte da análise das contas de 55 municípios, na 4ª Edição do Programa de Fiscalização, divulgado por Waldir Pires. A partir do resultado, a Controladoria-Geral da União irá encaminhar ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas da União o resultado do trabalho para que sejam formalizadas ações na Justiça contra os administradores acusados de fraudes.Entre as 55 cidades, foram constatadas falhas consideradas formais (erros gerenciais) em 15 municípios. Em duas outras cidades - Espigão Alto do Iguaçu (PR) e Iepê (SP) - não foram identificadas quaisquer irregularidades.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.