Correios comparam Sedex a cotonetes, band-aid e post-it

Novo comercial mostra o serviço de remessas expressas como exemplo de produto que virou sinônimo

Economia & Negócios,

24 de julho de 2013 | 13h30

SÃO PAULO - Quando uma marca vira sinônimo do que faz, não adianta chamar de outro jeito. Os Correios recorreram a três exemplos para explicar o que isso significa: cotonetes, band-aid e post-it.

O comercial inclui o serviço de remessas expressas, o Sedex, como sinônimo dentro do mesmo conceito.

No filme, um homem lembra a mulher de comprar mais "hastes flexíveis com algodão nas pontas". Em seguida, comenta com o filho sobre o "adesivo curativo para pequenos ferimentos". No escritório, pergunta se "alguém pegou o bloquinho de papel amarelo com adesivo de fácil remoção". No fim pede à secretária que envie um Sedex.

 

 

Em alguns casos, o efeito pode ser negativo: Em 2001, a Kawasaki enviou um comunicado à imprensa explicando que Jet Ski é uma marca da empresa, registrada desde 1985 no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) e no mundo desde 1973. A empresa pedia que as notícias sobre acidentes com o produto se referissem a ele como moto aquática.

 

O comercial dos Correios poderia incluir vários outros exemplos famosos de produtos que viraram sinônimo no Brasil. Eis alguns dos mais conhecidos:

Tudo o que sabemos sobre:
Propaganda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.