carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Correios desistem da VarigLog e buscam outra empresa

Depois de demonstrar interesse em comprar uma participação na VarigLog, que está sob intervenção judicial desde sexta-feira, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) negocia, agora, com outra companhia aérea de transporte de cargas e logística. A informação é do presidente dos Correios, Carlos Henrique Almeida Custódio, que também está conversando com um banco de investimentos para poder montar uma empresa cargueira própria. Os nomes, porém, não foram revelados."Não estamos sendo pautados pela VarigLog. Não vamos entrar em um barco furado", afirmou Custódio. Segundo ele, o interesse em negociar com a VarigLog nasceu após um contato do presidente da empresa, João Luis Bernes de Sousa, no início deste ano. O executivo diz que não vai mais procurar a VarigLog e só negociaria novamente com a companhia se alguém entrar em contato com ele.O objetivo dos Correios, conta Custódio, é montar uma empresa que tenha um faturamento anual de R$ 500 milhões, que é justamente o gasto anual da ECT com o transporte de cargas e logística. O diferencial da Variglog, diz Custódio, é que a empresa já está pronta, com certificação como concessionária de transporte de cargas e frota própria.

ALBERTO KOMATSU, Agencia Estado

20 de fevereiro de 2008 | 19h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.