Correios formalizarão interesse em participar do trem-bala

Após ser adiado duas vezes, o leilão do TAV está marcado para 29 de julho, sendo 11 de julho a data limite para a entrega das propostas

Silvana Mautone, da Agência Estado,

27 de junho de 2011 | 13h29

Os Correios estão finalizando a carta de intenções que entregará aos consórcios que participarão da licitação do Trem de Alta Velocidade (TAV), pelo qual a estatal formalizará seu interesse de se juntar ao grupo vencedor após o leilão. A afirmação foi feita hoje pelo presidente dos Correios, Wagner Pinheiro de Oliveira, que participou de evento sobre infraestrutura em São Paulo.

"O valor do investimento que estaremos dispostos a aportar no TAV ainda não está definido. Será aprovado pelo conselho de administração", afirmou Oliveira. Ele disse, porém, que será capital próprio dos Correios e que os recursos sairão dos cerca de R$ 4 bilhões em investimentos previstos pela empresa até 2015.

Após ser adiado duas vezes, o leilão do TAV está marcado para 29 de julho, sendo 11 de julho a data limite para a entrega das propostas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.