Correios licitam hoje duas linhas da Rede Postal Noturna

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) realiza hoje pregão eletrônico para a licitação de duas linhas da Rede Postal Noturna (RPN) para a contratação de empresas para o transporte de carga aérea postal. Serão licitados dois trechos: Salvador-Guarulhos-Salvador e Recife-Guarulhos-Recife. Segundo a ECT, essas serão as últimas linhas contratadas por meio de concorrência pública com duração de contratos de um ano.

Karla Mendes, O Estado de S.Paulo

19 de janeiro de 2011 | 00h00

A partir de fevereiro, deve entrar em vigor o modelo da nova malha aérea da RPN, que amplia para cinco anos o prazo de vigência dos contratos. Segundo os Correios, a área técnica está empenhada para arrematar os últimos detalhes burocráticos para que o edital seja lançado o mais breve possível, de modo que as primeiras licitações nesse novo modelo ocorram no mês que vem. Além da ampliação da duração dos contratos, as empresas interessadas em prestar esse tipo de serviço para os Correios terão de preencher alguns requisitos. Um deles é que as aeronaves usadas no transporte aéreo deverão ter, no máximo, 30 anos de uso.

Até então, as companhias aéreas não eram estimuladas a fazer altos investimentos, como renovação de frota, o que inviabilizava esse tipo de exigência, tendo em vista um contrato de 12 meses.

Em recente entrevista ao Estado, o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro, ressaltou que, ao fazer a alteração do prazo dos contratos, facilita, por exemplo, que a empresa faça leasing de aeronaves. "A vencedora passa a ter um contrato de maior substância. E isso dá mais força para que ela consiga fazer um leasing, captar recursos, atender e cumprir seu contrato."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.