Corsa: donos já podem consertar defeito

Os proprietários de veículos da linha Corsa fabricados até 1999 devem atender ao recall anunciado pela montadora, que começou ontem em todas as concessionárias da rede Chevrolet. O objetivo da General Motors (GM) é readequar o sistema de fixação do cinto de segurança do carro, que apresentou problemas de fadiga no material de um de seus componentes. Segundo a empresa, o defeito do sistema compromete a segurança dos ocupantes dos bancos dianteiros, pois, em caso de forte impacto, a fixação do cinto pode desprender-se.Para agendar o conserto do defeito, os donos de modelos Corsa devem entrar em contato com a concessionária em que o veículo foi adquirido ou ligar para a Central de Atendimento ao Cliente Chevrolet no telefone 0800-194200. O proprietário (ou qualquer pessoa autorizada) deve comparecer à concessionária com seus documentos pessoais (RG, carteira de habilitação e CIC) e apresentar o manual e o documento do carro. O procedimento é gratuito e leva entre 20 e 30 minutos para ser realizado. O consumidor deve solicitar um comprovante atestando que o reparo foi feito, pois esse documento comprovará o conserto do cinto de segurança no caso de venda ou até de um acidente envolvendo o veículo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.