finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Corsan investirá R$ 1 bi em água e esgoto até 2011

Apesar das dificuldades financeiras do Rio Grande do Sul, que prevê corte de investimentos do orçamento estadual em 2008, a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) pretende aplicar R$ 1 bilhão até 2011 na expansão dos serviços de água e esgoto. Deste orçamento, R$ 573 milhões devem ser de recursos próprios, obtidos com a geração de caixa. A outra parte do orçamento sairá do orçamento da União, com recursos destinados ao Plano de Aceleração do Crescimento (PAC). Conforme a Corsan, os recursos oriundos do governo representarão R$ 215 milhões e serão destinados para obras de esgotos. A contrapartida da estatal gaúcha será de R$ 38 milhões. Há ainda outros R$ 72 milhões que devem sair do orçamento federal, com R$ 8 milhões de contrapartida, em redes de água e esgoto. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) deve financiar R$ 190 milhões à Corsan. A empresa atende a 320 dos 496 municípios gaúchos. A meta da Corsan é ampliar o atendimento com redes de esgoto dos atuais 13% dos domicílios para 30% nos municípios atendidos.

SANDRA HAHN, Agencia Estado

20 de novembro de 2007 | 19h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.