Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Corte de juro deveria ter sido antes, diz diretor do BC inglês

As autoridades monetárias deveriam ter começado a cortar o juro mais cedo para ajudar a evitar a crise econômica na Grã-Bretanha, afirmou David Blanchflower, diretor do banco central britânico, em entrevista publicada nesta quinta-feira. "Isso não é uma coisa que eu queria estar certo", disse Blanchflower ao jornal The Guardian. "É por isso que eu alertei que isso iria acontecer a não ser que agíssemos --Eu queria evitar a crise. Não estou dizendo que tudo estaria maravilhoso, mas ao menos se tivéssemos agido mais cedo nós estaríamos à frente dos eventos e não reagindo a eles". O banco central britânico cortou a taxa básica de juro em 1,5 ponto percentual em novembro, para dar suporte à economia contra a profunda recessão. Blanchflower, que tem votado a favor do corte da taxa desde outubro, disse que o banco está, agora, "fazendo as coisas que deveria estar fazendo". (Reportagem de Fiona Shaikh)

REUTERS

27 de novembro de 2008 | 07h56

Tudo o que sabemos sobre:
MACROUKJURO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.