carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Corte do PIB do 4o trimestre dificulta recuperação britânica

A economia britânica encolheu mais do que se pensava inicialmente nos últimos três meses de 2011 devido a um enfraquecimento do setor de serviços, aumentando a tensão sobre sua capacidade de voltar ao crescimento no começo de 2012.

REUTERS

28 de março de 2012 | 08h35

A Agência Nacional de Estatísticas (ONS, na sigla em inglês) disse que a economia se contraiu em 0,3 por cento entre outubro e dezembro do último ano, levando a taxa anual de crescimento para 0,5 por cento. Isso ficou abaixo das expectativas de economistas para leituras não revisadas de menos 0,2 por cento no trimestre e de menos 0,7 por cento no ano.

Analistas destacaram ligeiras revisões negativas no consumo privado e do governo, mas também uma queda na escala de contração do investimento, de menos 2,8 por cento para menos 0,6 por cento.

No entanto, à parte a própria revisão do índice principal, os números deram poucas pistas novas sobre o destino da economia no primeiro trimestre, dado particularmente que muito vai depender das medidas de austeridade do governo que ainda estão para ser implementadas.

A ONS disse que a revisão para baixo no PIB do quarto trimestre foi puxada pelos setores financeiro, de serviços empresariais, de transporte e de comunicação. A produção total do setor de serviços foi revisada para baixo para mostrar uma queda de 0,1 por cento.

Os dados mostraram ainda que as finanças das famílias continuaram sob pressão, caindo 0,2 por cento no trimestre, enquanto a taxa de poupança diminuiu para 7,7 por cento, o nível mais baixo desde o começo do ano.

(Reportagem de Fiona Shaikh e Peter Griffiths)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROGRABRETANHAPIB*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.