finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Corte é 'cota de sacrifício' contra inflação, diz Rossi

O ministro Wagner Rossi disse hoje à Agência Estado que o corte de R$ 1,47 bilhão no orçamento de cerca de R$ 9 bilhões do Ministério da Agricultura "é uma cota de sacrifício, um esforço para cumprir as tarefas do ministério com menos recursos e tudo para uma causa boa: a contribuição efetiva do governo para o combate à inflação". De acordo com o ministro, a Agricultura não foi um dos ministérios que teve, proporcionalmente, o maior porcentual de cortes, mesmo com cerca de 16% de bloqueio.

GUSTAVO PORTO, Agencia Estado

28 de fevereiro de 2011 | 15h52

Rossi afirmou ainda não ter detalhes sobre quais áreas do ministério sofreram mais cortes, mas garantiu que foram preservados os recursos para a sanidade, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e para demandas da Agricultura em obras do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC). "Estava em uma série de reuniões pela manhã e só vou avaliar agora como ficará o orçamento; depois eu posso detalhar melhor", concluiu o ministro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.