Corte mantém decisão contra corralito para alguns poupadores

A Corte Suprema de Justiça da Argentina rejeitou por unanimidade várias apelações de bancos públicos e privados contra a autorização concedida pela Justiça para alguns poupadores retirarem seus depósitos.A Suprema Corte já havia dado veredicto contrário a outras medidas cautelares promovidas por parte de depositantes. Porém, a forte pressão popular pedindo o impeachment de todos os juízes fez com que hoje a Corte votasse a favor de alguns poupadores.A decisão confunde ainda mais a população, que não consegue entender os critérios utilizados pela Justiça para que alguns consigam sair do corralito e a maioria não.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.