finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Corte orçamentário pode limitar crescimento, diz FMI

O conselho político do Fundo Monetário Internacional (FMI) alertou neste sábado para os riscos das reduções orçamentárias na Europa e em outros países desenvolvidos. Estes cortes podem limitar o crescimento econômico considerado vital para que cumpram suas obrigações de endividamento, afirmou o presidente do comitê de direção política do FMI, Tharman Shanmugaratnam, que também é ministro de Finanças de Cingapura.

FILIPE DOMINGUES, Agencia Estado

21 de abril de 2012 | 19h50

"Tudo o que fazemos deve apoiar a consolidação fiscal no médio prazo, especialmente em economias avançadas", disse Shanmugaratnam, depois de reunião de ministros de Finanças. Ele acrescentou que houve um amplo consenso no Comitê Monetário e Financeiro Internacional de que é "crítico" para muitas economias avançadas retomar os níveis de crescimento normais assim que possível, dentro de dois ou três anos. "Se não recuperarmos (o PIB doméstico) em seus níveis potenciais, a sustentabilidade fiscal também não é possível", comentou o presidente do conselho. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
FMIcrescimentodívida

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.