Cosan confirma compra de rede de postos Petrosul

Fontes próximas dizem que operação somou R$ 70 milhões; empresa adquirida tem 83 postos

Eduardo Magossi, da Agência Estado,

14 de dezembro de 2009 | 15h41

A Cosan, maior grupo do setor sucroenergético brasileiro, adquiriu a rede de postos de combustíveis da marca Petrosul. No total foram 83 postos, localizados no estado de São Paulo, de acordo com nota divulgada pela empresa.

 

A informação também foi confirmada pelo diretor comercial da Petrosul, Ronald Pereira da Silva. O valor da negociação não foi divulgado pelas empresas mas fontes próximas a operação estimam que o negócio foi fechado por cerca de R$ 70 milhões.

 

Segundo a Cosan, os postos passarão a fazer parte da rede Essoimediatamente, através de um processo de transição de marca. A decisão faz parte da estratégia da empresa de realizar investimentos nas marcas Esso e Mobil e seguir crescendo sua participação nos mercados de combustíveis e lubrificantes.

 

Esta operação está restrita somente aos postos, sem envolver os ativos de distribuição e armazenamento de combustíveis pertencentes ao atual proprietário. Dos 83 postos adquiridos, 50 são próprios e 33 possuem a bandeira da Petrosul.

 

Silva, da Petrosul, informou também que, com a venda dos postos, a Petrosul vai se focar na distribuição de combustíveis. A Petrosul Distribuidora atende 650 postos nos estados de São Paulo, Goiás e Mato Grosso. "Depois do negócio fechado com a Cosan, os 90 postos da Petrosul passarão a ser atendidos pela Esso, mas ainda teremos 560 outros postos como clientes", disse ele.

 

Nas unidades próprias, a Cosan será proprietária do fundo de comércio e da bandeira, que passa a ser Esso. Nas demais unidades, ela passa a deter o embandeiramento, que será trocado de Petrosul para Esso. Etanol é o grande atrativo da empresa, com cerca de 40% da operação da Petrosul sendo focada em etanol e o restante para gasolina e diesel.

 

A Petrosul é a quarta maior distribuidora de álcool do País, segundo dados da Agência Nacional de Petróleo Gas Natural e Biocombustíveis (ANP), e está na segunda posição do ranking em São Paulo, seu principal estado de atuação. De acordo com a empresa, todos os seus produtos têm certificação da Petrobrás.

 

A Cosan estuda várias aquisições de grupos de postos menores como uma estratégia para crescer a sua rede ao invés de compras de grandes grupos no setor. Em abril de 2008, a Cosan comprou a Esso do Brasil por US$ 826 milhões, incorporando seus 1.500 postos. A projeção da empresa é de um crescimento de 150 postos por ano.

Tudo o que sabemos sobre:
CosanPetrosulcombustíveis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.