Cosan registra no Cade a compra da Esso

A companhia Cosan registrou no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) a operação de compra da Esso Brasileira de Petróleo e suas afiliadas. A compra, anunciada no dia 24 de abril, foi feita por US$ 826 milhões. A operação foi fechada com a ExxonMobil International Holdings e inclui dívidas de US$ 163 milhões. O grupo Cosan é um dos maiores produtores de açúcar e etanol do mundo.As empresas tinham o prazo de 15 dias úteis, após a assinatura de compra e venda, para notificar o sistema brasileiro de defesa da concorrência sobre o negócio, de acordo com a lei antitruste. As Secretarias de Direito Econômico (SDE) e Acompanhamento Econômico (Seae) terão de dar um parecer sobre os reflexos concorrenciais da aquisição, que servirá de instrução para o julgamento da operação pelo Cade. Também o Ministério Público Federal, que atua no conselho, dará um parecer antes do julgamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.