Cosméticos: os "efeitos colaterais"

O verão se aproxima e novas tendências de maquiagem começam a ser divulgadas nas páginas de revistas e sites de moda e beleza. Além disso, com a maior exposição do corpo, muitas mulheres - e homens - se preocupam em ter uma pele bonita e um bronzeado perfeito. Porém, na ânsia de obter resultados rápidos, o consumidor deve tomar cuidado para não se deixar iludir por propagandas de produtos "milagrosos", que, além de não proporcionarem os resultados prometidos, podem causar alergias e outros danos à saúde.Cremes que prometem "acabar" com a celulite e não dão o resultado prometido podem ser denunciados por propaganda enganosa. Maquiagens em geral e, principalmente, tinturas e alisantes, são perigosos pois podem causar sérias irritações e alergias. Para evitar aborrecimentos, o responsável pelo setor de qualidade da Avon no Brasil, João Hansen, aconselha fazer a chamada prova do toque, aplicando um pouco do produto em uma região do corpo que não fique exposta para verificar se, dentro de algumas horas, haverá alergia. Segundo Hansen, também é importante usar o produto de acordo com as instruções e ter cuidados de conservação do produto. "O consumidor deve fazer a sua parte", diz. Tomar cuidado para não colocar dedo sujo dentro do pote de creme, lavar as mãos e até mesmo usar espátulas para aplicar o produto no corpo são medidas de higiene que garantem a eficácia da mercadoria comprada. A assistente de direção do Procon-SP. Lúcia Helena Guimarães, recomenda ler atentamente as informações do produto que estão na embalagem, como lote, data de fabricação, prazo de validade, identificação do fabricante (com nome, CGC e endereço), composição, modo de usar e forma de armazenamento. "Algumas categorias de cosméticos ainda não têm nem registro no Ministério da Saúde", alerta Guimarães. Em casos de dúvida sobre a procedência e qualidade do produto, o consumidor deve ligar para o serviço de informações do Ministério, o DiskSaúde. O telefone é 0800 61 19 97.Veja, em outra matéria, dicas sobre os melhores lugares para comprar produtos de beleza e para adquirir importados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.