Costa: Plano de Banda Larga é grande desafio de 2010

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, disse hoje que o grande desafio para o governo, em 2010, no setor de telecomunicações, é "fazer vingar" o Plano Nacional de Banda Larga, que ainda está em estudo. Uma reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para tratar do assunto está prevista para meados de janeiro.

GERUSA MARQUES, Agencia Estado

21 de dezembro de 2009 | 17h56

"Nós todos temos consciência que não dá para fazer tudo em um ano, mas nós vamos começar e o próximo governo, seja ele qual for, certamente fica com a obrigação de continuar a implantação de um plano que tem por objetivo chegar a todo o território nacional", afirmou o ministro, depois de participar de cerimônia de liberação de canais digitais para emissoras de TV de São Luís (MA).

Costa evitou comentar a estimativa de técnicos do governo de que o custo para montar a estatal da banda larga e levar internet em alta velocidade até o usuário final seria de R$ 10 bilhões, conforme informou a Agência Estado na semana passada. Este custo seria bem inferior aos R$ 75 bilhões previstos por Hélio Costa, em proposta elaborada em parceria com as empresas de telefonia.

"Tenho que ver os números. Só depois do estudo mais definido é possível dizer algo", afirmou. O ministro disse que quanto à proposta de criação do Bolsa Celular, apresentada por ele, é preciso "aguardar mais um pouquinho, porque a essas alturas está sendo confundida com uma proposta eleitoral e nós não queremos que isso aconteça".

A ideia era distribuir 11 milhões de celulares pré-pagos, que teriam em conta um bônus mensal de R$ 7, para as pessoas que são beneficiadas pelo programa Bolsa-Família. O projeto custaria às empresas de telefonia R$ 2 bilhões, investidos em um período de dois anos. Para compensar esse custo, o governo abriria mão do recolhimento do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel) sobre esses celulares. Diante das críticas, no início do mês, Costa disse que deixaria a cargo das empresas a elaboração da proposta e a sugestão ao presidente Lula.

Tudo o que sabemos sobre:
internetbanda largaHélio CostaLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.