Costa: TV digital terá 'melhor preço do planeta'

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, previu hoje que, com a adesão dos países da América do Sul, o sistema nipo-brasileiro de TV digital terá os "melhores preços do planeta" para televisores, conversores e equipamentos. Os preços baixos serão obtidos, segundo Costa, com a ampliação da escala de produção, já que a adoção de um mesmo sistema por todos os países sul-americanos pode dobrar o mercado atual de televisores, que é de 10 milhões por ano no Brasil.

GERUSA MARQUES, Agencia Estado

14 de setembro de 2009 | 18h09

Costa comemorou a decisão anunciada hoje pelo governo do Chile, o quarto país da América do Sul a adotar o padrão japonês com inovações brasileiras, depois do Brasil, Peru e Argentina. "Estamos caminhando para um grande sistema sul-americano de TV digital, que vai possibilitar todo intercâmbio comercial, cultural, artístico, técnico entre os países do cone sul", afirmou.

Na assinatura de termo de cooperação técnica com o governo peruano, em cerimônia no Ministério das Comunicações, Hélio Costa informou que, no próximo mês, a Venezuela também deverá fazer sua opção pelo sistema nipo-brasileiro. Segundo o ministro, os entendimentos estão avançados também com Equador e Cuba, e há conversas com Bolívia e Paraguai.

Ele disse que ainda tem esperança de que os governos do Uruguai e da Colômbia voltem atrás na opção que fizeram pelo padrão europeu. "Todo mundo que erra tem o direito de voltar atrás", brincou o ministro.

A redução de custos dos equipamentos sempre foi um dos principais objetivos do governo brasileiro ao costurar a criação de um sistema regional de TV digital. Com a adesão de grandes mercados, como os do Chile e Argentina, a expectativa é de que países menores tomem a mesma decisão.

"O Brasil representa metade do mercado latino-americano. Na medida em que você acrescenta praças importantes, nós podemos chegar a uma condição excepcional de escala de qualquer produto dentro do sistema de TV digital. Com a escala que vamos obtendo, com a participação de toda a América do Sul, certamente vamos ter os melhores preços do planeta", afirmou.

O ministro de Transportes e Comunicações do Peru, Enrique Cornejo, que assinou com Hélio Costa o termo de cooperação, disse que, em 2010, pelo menos um canal de televisão peruano estará pronto para transmitir, em sinal digital, a Copa do Mundo de Futebol. A previsão do governo do Peru é de que, em 2015, as oito principais cidades do país tenham o novo sistema de transmissão, o que vai cobrir uma área que abrange 54% da população.

Tudo o que sabemos sobre:
TV digitalHélio Costa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.