Reuters
Reuters

Bolsa sobe 2% e dólar cai a R$ 5,67 em sintonia com alta do mercado de Nova York

Nos EUA, bom desempenho do mercado de trabalho em março ajudou a manter os índices no azul; temor com a covid fez petróleo despencar no exterior

Redação, O Estado de S.Paulo

05 de abril de 2021 | 09h31
Atualizado 05 de abril de 2021 | 17h26

Bolsa brasileira (B3) fechou em alta de 1,97%, aos 117.518,44 pontos nesta segunda-feira, 5, na volta do Feriado da Páscoa. O bom desempenho foi ajudado pelos ganhos dos índices de Nova York, favorecidos pela recuperação do mercado de trabalho dos Estados Unidos. No câmbio, o dólar diminuiu o ritmo de queda e encerrou em baixa de 0,62%, a 5,6798.

O "payroll", relatório de emprego dos Estados Unidos divulgado na sexta-feira, 2, mostrou geração de 916 mil postos de trabalho em março, número que ficou bem acima da mediana das expectativas. O indicador sugere que o país americano se mantém na trajetória de recuperação após o impacto  da pandemia, o que favorece a perspectiva  da economia mundial como um todo.

Com isso, os índices de Nova York voltaram a bater recordes. Nasdaq fechou em forte alta de 1,67%, enquanto o Dow Jones subiu 1,13% e o S&P 500 teve ganho de 1,44%, com os dois últimos renovando suas marcas históricas de fechamento. Em partes da Ásia e na Europa inteira, índices continuaram fechados.

Além disso, o investidor também olha para o pacote de estímulos de US$ 2,25 trilhões voltado para o setor de infraestrutura proposto pelo presidente Joe Biden. Segundo a porta-voz da Casa BrancaJen Psaki, a chance dos republicanos apoiarem a medida é grande. No entanto, a própria oposição já anunciou que deseja fazer alguns cortes no pacote proposto pelo democrata.

No noticiário doméstico, o presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar há pouco as medidas de distanciamento social para combater o coronavírus, afirmando que elas "não podem ser mais danosas que o vírus". "O Brasil precisa voltar a trabalhar", disse o presidente em evento em Brasília. Já o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, afirmou no mesmo evento que desde o início do governo, o "presidente orienta a não deixar obras paralisadas".

Já o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que o banco público "nunca emprestou tanto", com crescimento de 75% no crédito no primeiro trimestre de 2021 na comparação com o mesmo período do ano passado. Quase a totalidade dos R$ 44 bilhões do novo auxílio emergencial, que começa a ser pago amanhã, deve ser injetada no consumo e "rápido", disse.

Voltando ao exterior, os barris do petróleo WTI e Brent fecharam com quedas de 4,56% e 3,91% cada, com os investidores receosos com o recrudescimento da covid-19, que tem colocado em cheque a recuperação da demanda pela commodity. A queda de hoje vem após os contratos subirem mais de 3% na sessão de quinta-feira, quando a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) informou que vai aumentar gradativamente a oferta da commodity nos próximos meses, revertendo os cortes implementados para garantir o equilíbrio no setor.

Em Washington, a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, afirmou na abertura da reunião de primavera da instituição que a iniciativa Covax tem a missão "ambiciosa" de entregar ao mundo imunizantes contra a covid-19 de maneira rápida e igualitária, uma missão "crítica", sem a qual "não podemos nos recuperar desta crise".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.