Coteminas demite 168 funcionários em Minas Gerais

A Coteminas demitiu desde o início do mês passado 168 funcionários das quatro unidades da empresa localizadas em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, segundo informou hoje o Sindicato dos Tecelões da cidade. De acordo com o presidente do sindicato, Vicente Araújo, desde janeiro, 207 empregados das fábricas da indústria têxtil em Montes Claros já perderam o emprego. O diretor-presidente da Coteminas, Josué Christiano Gomes da Silva, negou que a empresa esteja realizando demissões em massa e disse que "não há nada de anormal nos números divulgados".De acordo com ele, as unidades de Montes Claros contrataram mais do que demitiram no período. Segundo Josué Christiano, o número de empregados nas fábricas de Montes Claros saltou de 3.070 funcionários no início deste ano para 3.135. "A redução que foi anunciada é resultado de um turn over na companhia, que geralmente atinge de 1% a 1,5% do quadro por mês", diz ele. O executivo admite que o número de desligamentos no norte do Estado pode ter até superado os 168 funcionários. "O turn over é um fato normal e é decorrente do vencimento de contratos temporários, além de funcionários ineficientes e outros que chegaram a pedir demissão", afirma. Recentemente as fábricas da Coteminas localizadas em Natal, no Rio Grande do Norte, também registraram demissões, cujo número não foi revelado pelo executivo. A estimativa do sindicato local é que entre 100 e 200 pessoas foram demitidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.