Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Cotistas do PIS/Pasep receberão benefício a partir desta quarta-feira

Correntistas da Caixa ou do BB receberão o benefício automaticamente em suas contas em até uma semana

O Estado de S.Paulo

07 Agosto 2018 | 15h37

A partir desta quarta-feira, 8, trabalhadores com menos de 60 anos que têm direito ao PIS/Pasep poderão receber o benefício. No total, 6,3 milhões de pessoas receberão o total de R$ 5,5 bilhões, segundo o Ministério do Planejamento.

Os cotistas que possuírem conta corrente na Caixa Econômica Federal ou no Banco do Brasil e que estiverem com o cadastro do Fundo atualizado receberão o depósito automaticamente, sem necessidade de se dirigirem às agências. 

De acordo com o cronograma, Caixa e Banco do Brasil começarão a efetuar os depósitos automáticos a partir desta quarta-feira. Devido à compensação noturna, os correntistas desses bancos poderão verificar os valores em suas contas a partir desta quinta-feira, 9. Porém, considerando o alto volume de pagamentos, por segurança, os pagamentos automáticos serão realizados gradualmente no período de uma semana. A média de valor para cada beneficiário é de R$ 1.375, a depender do prazo de contribuição. 

No total, 23,8 milhões de pessoas de todas as idades, que trabalharam com carteira assinada entre 1971 e 1988, têm direito a acessar os recursos até 28 de setembro, quando se encerra a janela do novo cronograma permitido pela legislação. Após essa data, o benefício volta a ser concedido exclusivamente para o público habitual, formado por cotistas maiores de 60 anos, aposentados, pessoas em situação de invalidez (inclusive seus dependentes), pessoas acometidas por enfermidades específicas, participantes do Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) e herdeiros de cotistas falecidos.

A previsão do governo é que as cotas do PIS/Pasep injetem R$ 35,7 bilhões na economia do País.

Saque nas agências

A partir de terça-feira da semana que vem, 14, o saque estará liberado para todos os cotistas (17,5 milhões de pessoas), que deverão se dirigir às agências bancárias da Caixa (trabalhadores que atuaram na iniciativa privada) ou do Banco do Brasil (trabalhadores que atuaram no serviço público).  O saque poderá ser realizado até 28 de setembro.

Para efetuar o saque, basta levar ao banco um documento de identificação ou o número de registro do PIS/Pasep. Os dois bancos também oferecem essas consultas por meio de suas páginas na internet. 

Desde o início do processo de flexibilização dos saques do fundo PIS/Pasep, em 2017, até junho de 2018, cerca de 4,8 milhões de cotistas já realizaram seus saques, totalizando R$ 6,6 bilhões pagos aos beneficiários.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.