Couromoda movimenta R$ 6 bilhões em negócios

A 35ª da Couromoda - Feira Internacional de Calçados, Artigos Esportivos e Artefatos de Couro, encerrada hoje em São Paulo, movimentou mais de R$ 6 bilhões em negócios fechados durante o evento e aqueles que deverão se concretizar nos próximos 60 dias. "Foi a melhor edição da feira", afirmou o fundador e presidente da Couromoda, Francisco Santos, sobre o evento realizado anualmente desde 1973. No ano passado, os contratos somaram R$ 5,4 bilhões. O principal destaque deste ano, segundo Santos, foram as compras feitas por lojistas para reposição de estoque ainda com vistas às vendas de fevereiro e não apenas para a comercialização a partir de março ou abril, como normalmente ocorre. "A feira foi muito vendedora. Os lojistas estavam dispostos. Vieram bastante otimistas. Começamos o ano com o pé direito", afirmou. Para ele, a expectativa é que o mercado interno mantenha crescimento para registrar um desempenho positivo em 2008.Para o mercado externo, as perspectivas também são favoráveis. De acordo com o presidente da Couromoda, os valores do par de calçado negociado para a exportação, que chegaram a US$ 35, também foram destaque desta edição. "O Brasil tem hoje novo perfil de exportador", disse, destacando a ampliação do valor agregado do produto. Segundo ele, para os EUA, principal mercado consumidor dos calçados brasileiros, o preço médio do par está em US$ 15,8, acima da média de US$ 8 dos produtos chineses. "Mas ainda temos preços menores que da América Latina e África."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.