Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Coutinho confirma apoio do BNDES à produção no pré-sal

O presidente do BNDES, Luciano Coutinho, reafirmou nesta quarta-feira, 19, que o banco irá ajudar o desenvolvimento da cadeia produtiva do pré-sal, conforme orientação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Esse trabalho conjunto do BNDES com a Petrobrás é uma recomendação do presidente Lula", afirmou.

Lucinda Pinto, da Agência Estado,

19 de agosto de 2009 | 12h47

 

Questionado se o BNDES poderia fazer algum outro tipo de aporte diretamente à Petrobrás, e se isso teria sido discutido em reunião na última segunda-feira, com o presidente Lula, Coutinho apenas relembrou que a estatal já tem um programa de investimentos, de US$ 174 bilhões, para os próximos cinco anos. "A Petrobrás tem um programa de investimentos que é público e expressivo. São cerca de US$ 60 bilhões a US$ 70 bilhões por ano", disse.

 

Ele reiterou que a Petrobrás é uma das locomotivas dos investimentos neste ano. "Por isso nós temos muita pressa em desenvolver a cadeia produtiva aqui", afirmou. Coutinho reiterou que a cadeia produtiva deve ser "suficientemente densa competitiva e inovadora para assegurar que os investimentos possam se reverter em favor da criação de empregos de engenharia altamente qualificados, no nosso País".

 

Segundo Coutinho, Lula é defensor, por exemplo, da reativação da indústria naval brasileira. "Ele sempre orienta, muito firmemente, que é preciso maximizar a capacidade de produção no Brasil, para que esses investimentos se revertam em favor do trabalhador brasileiro, para que o Brasil não seja apenas um País petroleiro. Que seja, além disso, um grande prestador de serviços na área de petróleo e gás", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
pré-salBNDES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.