Coutinho: intenção de investimento subiu para R$ 1,5 tri

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, disse aos deputados presentes em audiência pública da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados que a instituição observou aumento na demanda de investimentos das empresas para os próximos quatro anos, de R$ 1,1 trilhão para R$ 1,5 trilhão. O levantamento é feito com 1.133 empresas e vinha caindo desde maio do ano passado, quando o Federal Reserve (Fed), banco central norte-americano, sinalizou que retiraria os estímulos à economia dos Estados Unidos e subiria os juros naquele país.

MURILO RODRIGUES ALVES, Agencia Estado

27 de maio de 2014 | 18h45

Para ele, esse é um sinal de que a queda na demanda dos investimentos está sendo revertida e, consequentemente, de que haverá uma melhoria no crescimento da economia brasileira. O aumento da demanda de investimentos é consequência também, segundo Coutinho, das concessões feitas pelo governo da administração de rodovias, portos e aeroportos.

"Os investidores internacionais, principalmente os de infraestrutura, que têm uma visão de médio e longo prazos, continuam apostando no Brasil", afirmou Coutinho.

Tudo o que sabemos sobre:
Luciano CoutinhoBNDES

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.