carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Coutinho: não falta interesse das empresas em investir

"O setor privado brasileiro é o mais desalavancado do mundo", disse hoje o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho. De acordo com ele, por isso, "as empresas brasileiras têm capacidade de tomar mais dívida". Também não falta interesse em investir da parte delas, segundo Coutinho. Ele e a diretoria do banco falaram da expectativa de maiores investimentos em vários setores, principalmente de infra-estrutura e indústria."Todas as montadoras revisaram para cima seus projetos de aumento da capacidade produtiva", afirmou Coutinho sobre o setor automobilístico. O diretor do banco Wagner Bittencourt contou que a área de Insumos Básicos - mineração, siderurgia, papel e celulose, química e petroquímica - tem em carteira, incluindo projetos em perspectiva, projetos de investimentos de R$ 133 bilhões nos próximos três anos, sendo que a participação do BNDES é estimada em torno de 50% disso, ou seja, em cerca de R$ 65,15 bilhões.Coutinho prevê que, da parte do banco, também não haverá dificuldades de conseguir mais recursos para atender a crescente demanda das empresas. De acordo com ele, a instituição possui flexibilidade para aumentar sua capacidade de apoiar as empresas. Reunião do Conselho de Administração do BNDES em 15 de fevereiro discutirá o assunto.

ADRIANA CHIARINI, Agencia Estado

07 de fevereiro de 2008 | 16h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.