Coutinho vê efeito antiinflação do plano agrícola

O plano agrícola em elaboração no governo federal tem o objetivo de abrandar a inflação dos alimentos e também de ajudar a arrefecer a inflação mundial, disse o presidente do Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, em evento na Câmara de Comércio Brasil-EUA, em Nova York. O plano deve ser apresentado no início de julho, informou, sem arriscar o valor. ''É um número sensível politicamente. Não vou ousar dizer um número.''Na carteira do BNDES, o setor agrícola representa R$ 18 bilhões, segundo Coutinho. O papel do banco no plano será fomentar, principalmente, a agricultura familiar, com relação aos termos e condições de financiamento de máquinas. ''Isso vai ajudar a atenuar a pressão da inflação'', disse. O BNDES espera aumentar em 20% o financiamento para o setor agrícola em relação a 2007, mas Coutinho não soube dizer em quanto esse número havia ficado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.