CPI reserva e-mail para denúncias sobre pirataria

A Câmara dos Deputados colocou à disposição da população o endereço eletrônico cpipirataria@camara.gov.br para receber denúncias. A ação integra a CPI instalada com o propósito de investigar o crime de pirataria no País. A CPI, instalada ontem, quer levantar fatos relacionados à pirataria de produtos industrializados e sonegação fiscal.Os números relativos à pirataria de software no Brasil indicam que a indústria perde algo em torno de US$ 400 milhões em faturamento por ano por conta de ações ilegais. A prática atinge 55% do total do mercado nacional de programas de computador. A comissão tem 24 membros. Os trabalhos serão presididos pelo deputado Luiz Antonio de Medeiros (PL-SP), tendo como vice-presidentes os deputados Júlio Lopes (PP-RJ) e Júlio Semeghini (PSDB-SP). O relator da comissão será o deputado Leonardo Picciani (PMDB-RJ).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.