Credit Suisse faz investigação interna sobre Libor

O Credit Suisse Group abriu um inquérito interno sobre o escândalo de manipulação da taxa de juros interbancária Libor, mas, até agora, não encontrou qualquer "problema significativo", disse neste sábado o executivo-chefe da instituição, Brady Dougan. Ele afirmou ao jornal Le Temps que, "embora a questão seja complexa e as investigações estejam em andamento", o banco não acredita "que o Credit Suisse enfrente um problema significativo relacionado a esse assunto".

RENAN CARREIRA, Agencia Estado

21 de julho de 2012 | 11h38

Dougan disse que a instituição estava cooperando com as "autoridade de fiscalização" que investigam o escândalo. Além do Credit Suisse, outros grandes bancos estão sendo investigados por autoridades financeiras internacionais em função de um possível conluio para manipulação da taxa de juros de referência no mercado interbancário. É o caso do Barclays - que admitiu a manipulação e foi multado em US$ 450 milhões - e de Citigroup, JPMorgan e HSBC. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.