Credit Suisse vai pagar mais de US$2,5 bi em multas nos EUA

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos afirmou nesta segunda-feira que o Credit Suisse vai pagar mais de 2,5 bilhões de dólares em multas, como parte de um acordo em que o banco suíço se declarou culpado de uma acusação criminal de ajudar clientes norte-americanos a sonegar impostos.

Reuters

19 de maio de 2014 | 20h55

O procurador-geral Eric Holder disse em entrevista coletiva que o Credit Suisse foi o maior banco a se declarar culpado de uma acusação penal em 20 anos. Ele disse que o acordo mostrou que nenhuma instituição financeira estava acima da lei.

(Reportagem de Aruna Viswanatha)

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSCREDITSUISSEMULTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.