Crédito ao consumidor nos EUA cai pelo 6º mês seguido

O crédito ao consumidor nos Estados Unidos encolheu em US$ 21,6 bilhões em julho, marcado o sexto mês seguido de contração, segundo informou o Federal Reserve (Fed, banco central americano). Em julho, o crédito ao consumidor pendente registrou uma queda de 10,4% na taxa anual sazonalmente ajustada para US$ 2,472 trilhões.

SUZI KATZUMATA, Agencia Estado

08 de setembro de 2009 | 16h21

Wall Street projetava um declínio de US$ 3,5 bilhões no crédito ao consumidor em julho. O crédito ao consumidor de junho foi revisado para uma contração de US$ 15,5 bilhões, de um dado anterior de queda de US$ 10,3 bilhões. A última vez que o crédito ao consumido encolheu por seis meses seguidos foi no segundo semestre de 1991.

Segundo o Fed, o crédito rotativo, que inclui o uso do cartão de crédito, encolheu em julho em US$ 6,1 bilhões para US$ 905,6 bilhões, ou 8,1%. O crédito não rotativo, que inclui financiamento de automóveis e trailers, contraiu em 11,7%, ou um volume recorde de US$ 15,4 bilhões para US$ 1,566 trilhão.

O dado de crédito ao consumidor exclui dados de hipotecas residenciais e outros empréstimos garantidos por imóveis. O indicador tende a ser altamente volátil de um mês para outro e são frequentemente revisados. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
créditoconsumidorEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.