Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Crédito cresce 0,5% em janeiro e BC vê ‘expansão moderada’

Saldo de financiamentos passou de 46,7% do PIB para 46,5%; nos últimos doze meses, alta foi de 20,3% 

Fabio Graner, da Agência Estado,

24 de fevereiro de 2011 | 10h50

O estoque de operações de crédito do sistema financeiro cresceu 0,5% em janeiro, ante dezembro, para R$ 1,714 trilhão, de acordo com dados divulgados há pouco pelo Banco Central. Nos últimos doze meses, a alta foi de 20,3%. O saldo de financiamentos representou 46,5% do Produto Interno Bruto (PIB), ante 46,7% do PIB em dezembro.

Em nota, o BC diz que "a evolução moderada das operações de crédito do sistema financeiro, em janeiro, refletiu o impacto das medidas macroprudenciais implementadas em dezembro de 2010 no crédito a pessoas físicas, registrando-se forte retração nas concessões, simultaneamente a expressiva elevação das taxas de juros"

O saldo total de crédito para pessoa física cresceu 1,2% no mês passado, para R$ 787,073 bilhões, enquanto o crédito para pessoa jurídica ficou estável, em R$ 927,476 bilhões. 

Crédito habitacional

O saldo de operações de crédito habitacional para pessoa física cresceu 2,6% em janeiro, para R$ 142,436 bilhões. Em dezembro, essa modalidade de crédito havia apontando expansão de 3,9%.

O crédito total voltado para indústria subiu 0,2% em janeiro, para R$ 361,650 bilhões, enquanto o crédito rural aumentou 0,7%, para R$ 124,707 bilhões. O crédito para o comércio teve queda de 0,8%, para R$ 171,243 bilhões e para "outros serviços" ficou estável em R$ 292,496 bilhões.

Tudo o que sabemos sobre:
créditoestoquejaneiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.