Crédito imobiliário fica estável no 1o semestre, em R$37 bi

Os recursos concedidos pelo sistema brasileiro de poupança e empréstimo (SBPE) para financiamento imobiliário ficaram praticamente estáveis no primeiro semestre, com alta anual de 0,1 por cento, para 37,04 bilhões de reais, informou nesta quinta-feira a associação que representa o setor no país, Abecip.

Reuters

26 de julho de 2012 | 12h07

Nos seis meses até junho, foram financiados 214,3 mil imóveis pelo sistema, número 9 por cento menor na comparação anual.

Se considerado apenas o mês de junho, os recursos para crédito imobiliário caíram 5 por cento sobre um antes, somando 7,4 bilhões de reais. Em termos de unidades, foram financiados 41,8 mil imóveis no mês passado, queda de 10 por cento ano a ano.

Por enquanto, a previsão da Abecip é de que os financiamentos imobiliários totalizem 103,9 bilhões de reais no fechado de 2012, equivalente a crescimento de 30 por cento em relação ao ano passado.

A entidade informou também que, em junho, a poupança apresentou captação líquida positiva, atingindo 4,1 bilhões de reais. Com isso, a captação líquida no primeiro semestre alcançou 12,5 bilhões de reais.

No mês passado, o saldo das cadernetas pelo SBPE subiu 14,1 por cento ante junho de 2011, para 353,7 bilhões de reais.

(Por Vivian Pereira)

Tudo o que sabemos sobre:
CONSTRUCAOABECIPSEMESTRE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.