Crédito impulsiona venda de carro usado

As vendas de carros usados em julho aumentaram 5,88% em relação ao mês anterior. Foram comercializadas 69.656 unidades. O setor volta, assim, a uma trajetória de crescimento registrada durante 19 meses consecutivos, e que foi interrompida em junho, quando teve queda de 2,92% na comparação com maio. No acumulado do ano, o crescimento é de 33,42%."O desempenho foi sustentado principalmente pela melhora nas condições dos financiamentos", disse o presidente da Associação dos Revendedores de Veículos no Estado de São Paulo (Assovesp), George Assad Chahade.Crédito maior e juros menoresDo total vendido, 68% foi por meio do crediário. Os juros estão na faixa de 2,2% a 2,4% e o prazo médio dos planos passou de 24 para 28 meses. Outro fator que mantém o mercado aquecido é a elevação dos preços dos carros novos. Entre os modelos vendidos no mês passado, 60% eram populares. De janeiro a julho os negócios com usados somaram 465.143. O mercado de veículos novos consumiu 808.980 unidades, 9,49% a mais que em 1999. O seminovo mais vendido em julho foi o Gol CL 93, que custa cerca de R$ 6.500,00. Em geral, os preços caíram em média 0,08%. Para o ano, a Assovesp, que representa 8 mil lojas, projeta vendas de cerca de 740 mil unidades, 15% a mais que em 1999. Até o mês passado a previsão era de um alta de até 10%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.