Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Crédito para pequena e média empresa deve ser destaque de alta, diz Setubal

Presidente executivo do Itaú Unibanco avalia que financiamento imobiliário ainda tem potencial grande de expansão

Altamiro Silva Junior, da Agência Estado,

22 de fevereiro de 2011 | 17h40

O crédito para pequenas e médias empresas é um dos que tem maior potencial de crescimento neste ano, avalia o presidente executivo do Itaú Unibanco, Roberto Setubal. "Olhando para outro países, vemos que ainda tem muito espaço para o segmento, assim como o crédito imobiliário", disse o executivo em entrevista à imprensa para comentar o balanço de 2010 do Itaú. No ano passado, o banco contratou 6,4 mil funcionários, muitos deles para cuidar especificamente do crédito às empresas de menor porte.

Setubal não dá projeções para os diversos segmentos de crédito em 2011. No financiamento imobiliário, o executivo avalia que o segmento, que responde por apenas 3% do Produto Interno bruto (PIB) brasileiro, ainda tem potencial grande de expansão.

Em 2010, a carteira de crédito para pessoa jurídica cresceu 21,8%, puxado principalmente pela expansão do crédito as pequenas e médias empresas, que cresceu 31,2%. Já o crédito imobiliário teve expansão de 53,5%. Apesar de não falar em projeções, Setubal não vê um ano de 2011 com desempenho muito diferente no crédito para o banco quando comparado aos números de 2011.

Tudo o que sabemos sobre:
créditoSetubalItaú Unibanco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.